MIX DE NARGUILE: CERVEJA + ESSÊNCIA NO INVERNO

Cerveja + Narguile

Neste inverno frio, nada melhor que uma sessão hormanizada com essênica e cerveja artesanal!

Uma dica incrível: fumari spiced chai + cerveja coruja Alba Weizenbock.  Para chamar os amigos e fazer aquela sessão!

Vamos começar uma nova série de posts aqui no blog da Umma: harmonia entre essências de narguile e cervejas artesanais.

Como sabemos, existe uma diversidade grande de marcas e sabores das essências de narguile. O que já proporciona uma gama de opções de mix sensacionais.

Nós, da Ummahookah, gostamos muito de aprimorar a experiência do narguile. Uma das partes mais interessantes do ritual do narguile é como agregar à experiência toda, seja com mix novos de essênicas, seja um nargas e videogame juntos ou mandar para galera aquela foto da sessão.

Então, porque não acrescentar outros integrantes ao ritual do narguile??

Por isso em nossos box mensais oferecemos a opção de incluir cervejas artesanais para uma sessão ainda mais completa!

Então, vamos lá, para começar bem, o primeiro post será com dois integrantes que, nós particularmente, gostamos demais:

FUMARI SPICED CHAI E CORUJA ALBA WEIZENBOCK

Falemos um pouco de cada um. Duas pequenas reviews da essência fumari e da cerveja coruja. Então, o mix de experiência que indicamos!

Spoiler: uma combinação bem interessante para o frio

Para ficar mais fácil, juntamos as dicas do que não fazer por tópicos:

REVIEW: FUMARI SPICED CHAI

Chegando o friozinho e logo lembramos daquela sessão com uma Fumari Spiced Chai.

Na realidade, Spiced chai é uma bebida super antiga e com origens da região da Índia. Hoje em dia, já ganhou o mundo e inclusive virou essência para narguile.

Este é um tabaco indicado para dias frios com toques apimentados sobre a clássica baunilha suave. Ele tem um corte médio e tem grande quantidade de melaço, preste atenção no controle de calor para uma sessão mais longa, veja aqui os cuidados com os tipos de tabacos para narguile.

Segundo a marca,  o cheiro dessa essência lembra um feriado de inverno heheh, Qual??? O natal do hemisfério norte provavelmente né.

Na verdade, o cheiro lembra uma combinação de especiarias e algo doce e é bem fiel ao gosto, o que gostamos muito!!

Por falar em gosto, sentimos a presença forte da baunilha e toques de canela. Ainda contém cardamomo e noz-moscada, resultando em uma mistura absolutamente deliciosa.

Em uma sessão bem controlada, podemos atingir uma duração de 70 minutos brincando, com muito sabor. Além de fazer muita fumaça eheh

REVIEW: CORUJA ALBA WEIZENBOCK

O estilo Weizenbock é uma cerveja de trigo com seu malte um pouco mais torrado, isso muda sua cor e seu sabor. A diferença fica no fato de a Weizenbock ser mais amarga e ser mais alcoólica, com uma presença de malte mais percebida em seu aroma e sabor. Outra excelente opção para beber e bem em dias mais frios.

Com 6,5% de graduação alcoólica, ela tem um rótulo muito bonito e informativo. É bem legal,  está tudo no rótulo: tipo de copo a utilizar, amargor, temperatura para servir, ajuda bastante.

Aliás, como diz o rótulo mesmo, essa cerveja tem aromas mais complexos. Mas que p**a é essa???

É que além dos tradicionais aromas de cravo e banana de uma cerveja de trigo, tem, também, aromas de caramelo e frutas secas. Ai vai do seu olfato né hehe

Seu sabor remete o álcool bem leve, quase sem nenhum amargor. Cerveja bem encorpada, com aquela sensação frisante na boca igual a beber um refrigerante, com final do gole mais seco e um leve amargor. Uma senhora cerveja para os dias frios que estamos enfrentando.

MIX DE EXPERIÊNCIA: FUMARI SPICED CHAI E CORUJA ALBA WEIZENBOCK

A cervejas artesanais e as essências de narguile possuem diversos componentes em comum que contribuem para que essa combinação seja uma explosão de sabores.

A torra do malte, por exemplo, gera sabores que se assemelham com caramelo, chocolate e café. O teor alcoólico e amargor também ajudam a contrastar o doce da baunilha e preparam o paladar entre uma tragada e outra.

O que ocorre é que os sabores de caramelo e baunilha se somam deixando a mistura doce, porém as especiarias da essência e o amargor da cerveja quebram esse doce harmonizando muito bem sem ficar enjoativo! Nenhum dos sabores sobressaem acima dos outros na nossa opinião e, no final, o que encontramos é uma verdadeira explosão de sabor!

Para nós, sensação é que um completa o outro muito bem. Deixando um gostinho de quero mais a cada tragada.

Experimente essa combinação é nos diga o que achou!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

*